Olhar pra uma tela em branco e ver uma obra de arte. Fazer da criação a própria matéria-prima. Quebrar regras, desconstruir paradigmas e explorar toda a liberdade criativa.  Desfazer e refazer associações comuns, descondicionar o olhar e reinventar o próprio ser. É o que acontece quando crio um ensaio autoral.